Heavy Metal – A história completa

10 de abr de 2011


Lançado em 2004 pelo jornalista, headbanger e músico nas horas vagas, Ian Christe, e com prefácio do guitarrista Andreas Kisser, o livro “Heavy Metal – A história completa” como seu nome entrega pretende recontar toda a saga do metal desde seu principio no começo da década de 1970 até o inicio do século XXI, quando o mesmo foi publicado. Para isso, o escritor se cercou de músicos, jornalistas e empresários do ramo que vivenciaram cada uma das fases e épocas retratadas no livro para darem seus depoimentos.

Com linguagem clara e acessível, a leitura se torna fácil e prazerosa, ainda mais para quem, como eu, é apaixonado por esse estilo de música tão fascinante.

Para discorrer sobre toda a história do Heavy Metal, Ian Christe acertou em cheio ao eleger algumas bandas condutoras para guiar seu caminho, evitando que ele se perdesse em meio há tantos acontecimentos e a grande quantidade de bandas que surgiram em profusão nesses mais de quarenta anos retratados na biografia. As bandas escolhidas para tal foram BLACK SABBATH e METALLICA, contando ainda com grandes doses de ANTHRAX, SLAYER, MEGADETH, IRON MAIDEN, MERCYFUL FATE e VENON. Mas sem deixar de lado incontáveis outros grupos de grande importância para a cena. Entretanto, estes citados são os que mais aparecem e servem como termômetro para os acontecimentos ao longo da história.

O livro apresenta o Metal desde seu surgimento na Inglaterra de 1970, detalhando o começo do BLACK SABBATH, passando pela NWOBHM, os primórdios do Thrash, Death, Black, Doom e Power Metal até chegar na cena dos anos 2000 e a aparição do New Metal. Além de algumas boas pitadas sobre o Punk Rock, Hardcore, Grindcore, Crossover e Rap. Sem esquecer-se do Hard Rock oitentista e todo o seu laquê e apelo comercial.

Além de descrever o surgimento de bandas e estilos, o autor traça um paralelo com a sociedade da época de seus surgimentos e ambienta o leitor naquele período. Assim temos a Inglaterra pesada e sombria da década de 1970, onde os jovens não tinham perspectiva alguma. Assim como a liberdade vinda com os anos 80, onde a troca de fitas copiadas espalhavam a fama das jovens bandas que começavam a gravar suas primeiras demos e discos. Tal qual a era da MTV e a volta do Metal ao underground, onde de fato, nunca havia saído.

“Heavy Metal – A História Completa” ainda trás uma grande quantidade de fotos das bandas, tanto promocionais, como em ação em cima do palco. Essa galeria deve fazer a alegria dos fãs dos grupos fotografados e de fato, é muito legal.

Apesar de ser bastante abrangente o autor deixa categoricamente de lado aquilo que no Brasil chamamos de Metal Melódico. Bandas seminais do estilo como ANGRA, KAMELOT e STRATOVARIUS não deram as caras na obra. Enquanto outras com uma enorme base de fãs como HELLOWEEN, BLIND GUARDIAN, ICED EARTH e HAMMERFALL foram apenas citadas. É como se este estilo nem existisse. Fato que talvez tenha acontecido por conta de Ian Christe ser estadunidense e lá na terra do Tio Sam esse estilo nunca tenha sido muito forte. O metal progressivo também ficou abandonado com uma ou outra eventual citação ao FATES WARNING e mais tarde ao DREAM THEATER.

Apesar desses eventuais esquecimentos, o livro é muito interessante e consegue muito bem alcançar seu objetivo de contar a história desse estilo musical tão apaixonante e importante musicalmente, politicamente e socialmente. Obrigatório para todos os fãs do gênero que desejam saber mais sobre a saga do rock pesado ou relembrar a história.

Heavy Metal – A História Completa (Ian Christe, Ed. ARX, 2004)

Mais Literatura:




0 comentários:

Postar um comentário

 
Café com Ócio | by TNB ©2010